HealthLife

A preocupação com a melhora na tecnologia que envolve a qualidade da imagem em mamografia, sendo caracterizada, principalmente, pelo melhor contraste das estruturas a serem analisadas, já que o tecido mamário normal e o patológico possuem densidades radiológicas semelhantes. Os principais fatores que podem limitar esse contraste incluem energia do feixe, combimiliampère por segundo (mAs), condições de visualização, além do fato de o filme ser simultaneamente receptor da imagem, meio de visualização e meio de armazenagem em longo prazo. Essas limitações podem levar à perda do contraste da imagem, especialmente quando as condições de exposição ou processamento do filme levam a uma redução da densidade óptica em tecidos contendo lesão.

Mamografia-Digital-Perspectiva-Atual-e-Aplicacoes

Subscreva para Newsletter

Receba soluções para cursos

O cirurgião-dentista e sua equipe estão sob o risco…
O prejuízo à microcirculação corporal traz ao corpo diversos…
A atuação dos profissionais de Estética e Cosmética não…